Sagração da Bispa Magda Guedes



A Sagração da Bispa Magda Guedes

A Diocese Anglicana do Paraná e a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil estão em festa, pois no dia 17 de outubro de 2021, realizará a sagração da bispa coadjutora, a reverenda Magda Guedes Pereira. Na prática, a coadjutora auxiliará o atual bispo diocesano, Naudal Alves Gomes, na Diocese Anglicana do Paraná até dezembro, quando este se tornará Bispo emérito. A partir daí ela assumirá oficialmente como bispa diocesana. Magda Guedes é a terceira mulher a tornar-se Bispa e sua sagração é o fruto maduro de uma caminhada histórica por equidade de gênero na IEAB.


A Busca por Equidade de Gênero na Igreja

A busca das mulheres para terem seu lugar e voz reconhecidos na Igreja tem suas raízes no movimento de mulheres que questionam os silenciamentos aos quais foram submetidas na história do cristianismo, de modo particular, na história da Igreja. As mulheres sempre estiveram presentes na construção e propagação da fé cristã. Elas compreendem a importância de viverem de modo íntegro a missão para a qual foram chamadas e a necessidade de partilharem o legado espiritual, histórico, político e social que receberam das mãos fortes e generosas das mulheres que as antecederam desde o primeiro testamento até os dias atuais. Por isso, a falta de reconhecimento não foi suficiente para fazê-las desistirem de sua missão.

Certas de que podiam assumir de fato e de direito o ministério para o qual foram chamadas, as mulheres leigas da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil deram início a um longo processo de luta pela equidade de gênero, a fim de que tivessem reconhecido seu trabalho pastoral, consequentemente o direito de serem ordenadas.

Não foi um caminho rápido nem fácil, não é possível descontruir uma ideia nem mudar comportamento do dia para noite. Foi preciso estudar, dialogar, ocupar espaços estratégicos, convencer a comunidade de que Deus não faz acepção de pessoas e que mulheres e homens refletem igualmente a imagem do criador.

Foi preciso trazer a discussão de gênero para dentro das Igrejas e reler os textos bíblicos na perspectiva da teologia feminista, resgatando as vozes silenciadas das mulheres, permitindo que elas ecoassem provocando questionamentos que colocavam em xeque os valores de uma sociedade patriarcal e convocava a comunidade para assumir a dimensão profética do evangelho de Jesus que nos coloca lado a lado.




Ordenação de Mulheres

O movimento das mulheres não conseguiu apagar as fortes marcas que o patriarcado e o machismo deixaram na Igreja e na sociedade. Todavia, conseguiram romper as barreiras do preconceito de gênero que impediam a ordenação de mulheres e em 1985 Carmem Etel foi a primeira mulher a ser ordenada na IEAB.

Entre a ordenação da primeira presbítera e a sagração da primeira bispa passaram-se mais de três décadas. E o argumento para um tempo tão amplo, era tão patriarcal quanto os que foram utilizados para retardarem a ordenação de mulheres, “As mulheres ainda não estavam prontas para ocuparem um cargo tão relevante na hierarquia da Igreja”. Logo elas que costumam ter talento de equilibrista como diz Pitty em “Descontruindo Amélia”.


Sem desistir e acreditando firmemente na possibilidade transformadora dos processos educativos e na fé que nos faz enxergar além, a IEAB em 2003 elegeu a Sra. Christina Winnischofer, uma mulher leiga, para ocupar pela primeira vez o importante cargo político-eclesiástico de Secretária Geral da Igreja.



No Sínodo de 2010 a Sra. Selma Rosa, hoje reverenda da Diocese Anglicana do Paraná foi eleita presidente da Câmera Clerical e laica da IEAB.






Sagração da Primeira Bispa

Depois de uma longa caminhada em 2018 a Diocese Anglicana da Amazônia abriu seu coração e suas portas para eleger a Reverenda Marinês Rosa Bassoto a primeira Bispa da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil deixando sua marca profética de modo indelével na história desta Igreja.


A partir desse feito, o que era uma possibilidade tornou-se fato concreto e isso permitiu que outra mulher, a reverenda Mariglei Borges Silva Simin fosse Sagrada Bispa na Diocese Anglicana de Pelotas em 2019.



A Sagração da Bispa da Diocese do Paraná

No dia 17 de outubro de 2021 numa caminhada que reflete o amadurecimento da Igreja e o empoderamento das mulheres que a compõem, a IEAB irá sagrar a Reverenda Magda Guedes, para servir na Diocese do Paraná. Ela é desde 2018 a Secretaria Geral da IEAB e agora será a terceira Bispa do Brasil. Com sua sagração a Câmera Episcopal contará com um terço de mulheres em sua formação.

Que a Divina Ruah continue soprando ventos de coragem, justiça e fé sobre sua Igreja para que sigamos lado a lado na construção de um mundo onde as pessoas não sejam julgadas por seu gênero ou pela cor de sua pele.


Se você quiser conhecer um pouco mais sobre a história das mulheres ordenadas e das bispas da Igreja episcopal Anglicana do Brasil convidamos você para acessar e ler o Livro: 35 anos de Ordenação de Mulheres na IEAB - Vivências e Contribuições Pastorais.


369 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo